Get Adobe Flash player

Projetos

TAXON LINE – REDE PARANAENSE DE COLEÇÕES BIOLÓGICAS

O Projeto Taxon line – Rede Paranaense de Coleções Biológicas (www.taxonline.ufpr.br) está em andamento desde dezembro de 2005. Consiste na modernização e informatização das coleções biológicas do Estado do Paraná e na disponibilização via WEB (internet) das informações contidas em seus acervos. A implantação do projeto ocorreu a partir de um auxílio cedido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico – CNPq. Em dois anos de realização do projeto já se encontram on line mais de 500 mil registros de exemplares biológicos, entre plantas e animais, de distribuição geográfica ampla, nacional e internacional.

Fazem parte atualmente da Rede as coleções: Universidade Federal do Paraná (Herbário do Departamento de Botânica da Universidade Federal do Paraná; Coleção Entomológica Padre Jesus Santiago Moure; Coleção de Ascidiacea; Coleção Mastozoológica); Museu Botânico Municipal de Curitiba – Jardim Botânico de Curitiba; Museu de História Natural do Capão da Imbúia; Universidade Estadual de Londrina (Herbário do Departamento Animal e Vegetal da Universidade Estadual de Londrina, Museu de Zoologia da Universidade Estadual de Londrina). Museu de Zoologia da Universidade Estadual de Maringá (Nupélia) e Herbário; Coleção Entomológica e Herbário da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Desde agosto de 2007 o projeto está recebendo recursos por dois anos, da Secretaria do Estado da Ciência e Tecnologia (SETI).

O projeto caracteriza-se principalmente pela passagem das informações contidas nos acervos à sociedade científica, através da consolidação da Rede Paranaense de Coleções Biológica. As metas do projeto são: 1. Informatização das coleções botânicas e zoológicas visando a disponibilização dos dados dos tipos primários, inclusive com imagens digitalizadas; 2. Ampliação da identificação e reconhecimento do material científico depositado nas coleções; 3. Implementação de bancos de dados para as espécies constantes nas coleções envolvidas disponibilizando-as via Internet em uma rede integrada, SpeciesLink; 4. Modernização e adequação da infra-estrutura de maneira a garantir o incremento e a perpetuação dos herbários e coleções zoológicas no Estado; 5. Melhorias e ampliação das atividades de rotina das coleções; 6. Ampliação das coletas no Estado em áreas pouco registradas nas coleções; 7. Ampliação da Rede coleções para todas as do Estado do Paraná.